Diversão

'Não preciso de muita coisa para ser feliz', diz Zé Felipe em sua cobertura de 3 andares

Instagram/@zefelipecantor
Zé Felipe

O cantor Zé Felipe, de 21 anos, filho do sertanejo Leonardo e de Poliana Rocha, recebeu a equipe da revista Quem em sua luxuosa cobertura de três andares com piscina, churrasqueira e vista para um dos bairros nobres de São Paulo.

"Fui criado igual porco, no meio do mato. Nasci em Goiânia, mas a minha infância toda foi na fazenda. Sempre tive esse encanto por boi, roça e cavalo. Sonhava até em ser peão de rodeio. Isso me fez bem porque fui criado com a galera que trabalhava na fazenda e em uma outra realidade, que condiz com a realidade que o meu pai foi criado. Isso e ajudou a manter os pés no chão e ver que a vida é feita de coisas simples. Não preciso de muita coisa para ser feliz", disse o artista.

Morando neste apartamento há um ano e meio, Zé Felipe conta como é a sua rotina quando não está trabalhando e sobre dinheiro. "Sou um cara simples. Além de dormir, gosto de jogar bola, ver filme, ir ao cinema, de fazer churrasco. São coisas simples. Eu fui saber o quanto eu ganhava tem um ano. Era sempre a minha mãe que cuidava do meu dinheiro. Não tinha essa preocupação com o que eu ganho e gasto. Depois que fiquei mais velho, comecei a me preocupar com isso. Tem que ficar esperto para o povo não tomar ele da gente. Mas não sou refém do dinheiro", afirma.

O goiano namora atualmente com a bailarina do 'Domingão do Faustão' Isabella Arantes e garante que o relacionamento é sério. "Sou um cara muito certo. Se você está namorando, tem que namorar mesmo, se entregar e não fazer palhaçada e não trair. É uma escolha. Está namorando porque quer. Quando se acha uma pessoa boa e que te faz bem, que está do seu lado independentemente de quem você é, tem que dar valor, cuidar e se entregar ao máximo. Se for pra fazer bosta, é melhor nem namorar. Sou um cara que pensa que tudo o que você faz aqui, você paga aqui. É melhor não fazer nada de errado. Falam que chifre trocado não dói, mas dói sim. Que eu saiba não fui traído. Acho que uma hora a conta chega.", explica.

O cantor está lançando um EP com 12 músicas e destaca a sofrência Help e a romântica Tiro Certo, em parceria com Gusttavo Lima. "Vivo esse sonho de ser cantor a cada dia. Aonde a gente vai, a gente leva muita gente, que tem um carinho muito grande. Os meus fãs parecem gente da minha família, ficam no hotel esperando. Quero manter isso e mostrar sempre coisa nova. Tem muita gente que vê algo dando certo e grava igual. Isso é muito chato. Às vezes, um gênero some por causa disso. É importante você se reinventar, criar a sua história. Não é porque deu certo com fulano que vai dar certo com você. Tem gente que achava que ia cantar de terno como meu pai. O que o terno tem a ver comigo? Leonardo é meu pai e eu sou o Zé. Cada um é cada um. Mesma coisa de eu por um blusão desse no meu pai. Não ia dar certo", se diverte.

Veja a entrevista completa no portal da revista Quem.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ANUNCIE AQUI