Geral

Enel vai criar aplicativo de auto-leitura do consumo de energia em Goiás

Divulgação
Enel Distribuição Goiás não poderá suspender o fornecimento de energia elétrica ao Shopping Bougainville

A Enel Distribuição Goiás divulgou, nesta quinta-feira (26), que vai lançar um aplicativo de auto-leitura do consumo de energia em Goiás. A iniciativa veio após contato do presidente da Comissão dos Direitos do Consumidor da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Delegado Eduardo Prado (PV), que pretendia sugerir a criação de um dispositivo nesses moldes.

Como mostrado no DAQUI, na quarta-feira (25), a concessionária divulgou que vai retirar das ruas os funcionários que fazem a leitura dos medidores de energia para protegê-los do coronavírus. A ideia seria considerar a média aritmética de consumo dos últimos 12 meses para cobrar os clientes, o que havia sido autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). 

Eduardo Prado relatou que a comissão da Alego recebeu reclamações após essa divulgação. A ideia inicial era solicitar uma reunião com representantes da Enel para fazer a sugestão. A companhia, no entanto, se antecipou e informou que irá atender ao pedido e lançar o aplicativo.

Quem deu a garantia foi o diretor Humberto Eustáquio. A auto-leitura será destinada aos consumidores rurais, residenciais e comerciais do Grupo B, isto é, atendidos em baixa tensão. Os consumidores do Grupo A, atendidos em média e alta tensão, já contam com leitura remota e não haverá cobrança por média.
Segundo a Enel, a medida será colocada em prática já no início de abril. "Em março não há mais como fazer pelo fato do faturamento já ter fechado, mas a partir de 2 de abril será colocado em prática", explicou Eustáquio.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ANUNCIE AQUI