Geral

Escola de Goiânia suspende aulas após diagnóstico de Covid-19 em funcionária

Pixabay
Campanha da vacinação contra gripe começou nesta segunda-feira (23)

Atualizado às 21h01

Uma escola de Educação Básica localizada no Setor Jaó, em Goiânia, suspendeu as aulas desta sexta-feira (13) para a adoção de medidas referentes ao caso após a confirmação de que uma das pacientes diagnosticadas na capital com a infecção pelo novo coronavírus (Covid-19) presta serviços no local. Em nota, a instituição afirmou que a suspensão ocorrerá por medida de segurança, para que o caso seja avaliado e para que ocorra a limpeza e a desinfecção de todas as dependências da unidade.

Segundo a direção pedagógica, a mulher, de 31 anos, trabalha como psicóloga no grupo terapêutico que presta serviços para o colégio. Ela viajou para os Estados Unidos (EUA) e voltou ao País no dia 3. Desde então, permaneceu sem sintomas, manifestando apenas rouquidão e dor de cabeça na última segunda-feira (9), quando esteve na escola, conforme conta a diretora, que não será identificada nesta matéria.

"Foi uma surpresa para mim. Agora, buscamos preservar ao máximo a comunidade escolar", diz a diretora pedagógica. “A escola conta com a compreensão de toda a família. Garantimos que vamos tomar todas as medidas necessárias para preservar a integridade física de nossa comunidade escolar”, diz a instituição.

Casos confirmados

Nesta quinta-feira (12), três casos de Covid-19 foram confirmados em Goiás, sendo dois em Goiânia e um em Rio Verde. As três pacientes são mulheres e teriam contraído o vírus no exterior. Na capital, estão uma mulher de 31 anos, que esteve nos EUA, e outra de 38 anos, que passou pela Itália recentemente. Já a de Rio Verde tem 61 anos e chegou de uma viagem na Espanha, onde realizou um curso na área da Saúde.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ANUNCIE AQUI