Geral

Fatura de energia da Enel em Goiás vai considerar média de consumo

Divulgação
Enel Distribuição Goiás não poderá suspender o fornecimento de energia elétrica ao Shopping Bougainville

A Enel Distribuição Goiás anunciou nesta quarta-feira (25) que vai retirar das ruas os funcionários que fazem a leitura dos medidores de energia para protegê-los nesse momento de pandemia de coronavírus. Com isso, a empresa passará a considerar a média aritmética de consumo dos últimos 12 meses para cobrar os clientes, o que foi permitido ontem pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).  

Essa prática polêmica já ocorreu antes quando as companhias não conseguiam chegar ao aparelho que mede o consumo, por exemplo. Mas uma norma publicada no fim do ano passado pela Aneel passou a limitar a prática. No caso da Enel em Goiás, a empresa diz que não haverá prejuízos aos clientes caso um valor maior do que o registrado apareça na conta. 

Segundo a empresa, assim que o momento passar e os leituristas retornarem às ruas os valores serão ajustados. Se tiver sido registrado um consumo menor, o valor cobrado a mais pela empresa será automaticamente ressarcido. "Orientamos que os clientes mantenham o comportamento de uso da energia. Se houver diferença entre consumo faturado e lido, os valores serão compensados”, diz a diretora responsável por Operações Comerciais da Enel, Alessandra Koslowski. 

Para saber a média do consumo, é preciso olhar na conta de energia na área Histórico do Consumo. A Enel informou também que as datas de vencimento das contas estão mantidas. A empresa também adotou suspensão de cortes no fornecimento de energia, conforme medida extraordinária anunciada pela Aneel, durante três meses. O que não exclui o endividamento de quem não pagar em dia.

Para que a conta de energia chegue impressa em casos excepcionais, a distribuidora também tem pedido para que os clientes mantenham cadastro atualizado. Canais de atendimento da companhia na internet funcionam 24 horas.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ANUNCIE AQUI