Geral

Goiás atinge recorde com 102 mortes confirmadas por Covid-19 nas últimas 24h e soma 50 mil casos

Wildes Barbosa

Nas últimas 24 horas foram inseridas 3.400 novas confirmações do novo coronavírus. Destes, 102 são mortes de pessoas que foram infectadas pelo vírus Sars-CoV-2. Ao todo, Goiás tem nesta quinta-feira (23), 50.915 testes positivos da doença, sendo 1.295 óbitos.

Goiás ainda tem 110.477 casos suspeitos sendo investigados em todos os municípios do Estado. Ainda existem 48.713 suspeitas que já foram descartadas depois de análises laboratoriais. O número de pessoas curadas chegou a 44.469. Entre os infectados, 25.548 são mulheres e 25.367 são homens.

A comorbidade mais informada entre os infectados ainda é a cardiopatia, com 2.577 registros. Depois aparece a diabetes, com 1.914 casos. Doenças pulmonares aparece em terceiro, com 994 casos e doenças que reduzem a imunidade aparece em quarto, com 302 registros.

Considerando apenas as mortes, Goiás tem 1.295 casos. Isso significa que a taxa de letalidade é de 2,54%. A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) ainda informou que existem 68 óbitos suspeitos que estão em investigação. Já foram descartadas 716 mortes suspeitas nos municípios goianos.

Das 246 cidades, apenas 14 ainda não têm confirmação de casos da doença: Água Limpa, Aporé, Campinaçu, Damianópolis, Davinópolis, Lagoa Santa, Marzagão, Nova Roma, Novo Planalto, Pilar de Goiás, São Domingos, São Miguel do Passa Quatro, Sítio D’Abadia e Trombas.

Goiânia chega a 378 mortes

Goiânia chegou a 378 mortes pela infecção do vírus SARS-CoV-2, sendo 32 nas últimas 24 horas. A Secretaria Municipal de Saúde informou que o alto número ainda se deve à atualização da plataforma e-SUS, que contabiliza os casos nacionais. Também informou que dessas 32 mortes, três ocorreram de ontem para hoje. As outras são atualizações de dias anteriores que só entraram agora no sistema.

O número total de casos em Goiânia chegou a 13.034 nesta quinta-feira (23), sendo que 6.679 dos infectados são mulheres e os outros 6.355 são homens. Do total de internados, 11.748 não precisaram de internação, mas os outros 1.286 precisaram de apoio médico para o tratamento. Dentre esses que se internaram, 605 precisaram de cuidados intensivos em leitos de UTI.

Goiânia tem 11.075 curados, 393 pessoas que seguem internadas e 1.188 pessoas que testaram positivo, não precisaram de internação e seguem em casa, sendo monitoradas por equipes de saúde. A faixa etária mais afetada continua sendo de pessoas com idades entre 20 e 39 anos, com 5.547 registros. Depois aparecem as pessoas entre 40 e 59 anos, com 4.693 casos e, em terceiro, idosos com mais de 60 anos, com 2.114 testes positivos até agora.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ANUNCIE AQUI