Geral

Goiás bate novo recorde com registro de 38 mortes e 1.474 casos de coronavírus em 24 horas

Diomício Gomes
Paciente é encaminhado para unidade de saúde

Com 38 novas mortes confirmadas nas últimas 24 horas, Goiás registrou nesta terça-feira (30) 475 óbitos causados pelo novo coronavírus até agora. O estado ainda investiga 41 outras mortes que ainda são consideradas suspeitas. Já foram descartadas outras 433 nos municípios goianos desde o início da pandemia. Considerando o total de casos, Goiás chegou a 24.666 confirmações da infecção pelo SARS-CoV-2. O número teve acréscimo de 1.474 novos casos nas últimas 24 horas.

Dos 246 municípios, 213 já possuem casos confirmados da doença e em outros 30 existem apenas suspeitas da infecção. Apenas três cidades seguem sem qualquer registro até o momento, uma a menos do que na segunda-feira (29). Nesta terça a cidade de Uirapuru, que não tinha nenhum registro confirmou um caso. Outros três foram descartados e não existem outros casos suspeitos no município.

Do total de infectados, 11.877 são mulheres e 12.789 são homens. Até agora o problema de saúde mais citado pelas pessoas que testaram positivo é a cardiopatia. Desde o início dos registros, 1.380 pessoas informaram ter algum tipo de problema cardíaco, outras 952 pessoas citaram ser portador de diabetes, 605 informaram problemas respiratórios e 176 alguma doença que reduz a imunidade.

Goiânia tem 6.837 casos

Goiânia tem, nesta terça-feira (30), 6.837 casos do novo coronavírus. Nas últimas 24 horas a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Goiânia acrescentou mais 89 casos, sendo nove mortes. As mortes, segundo a pasta, ocorreram nos últimos dias, mas só agora foram reunidas e inseridas na estatística.

Considerando apenas as mortes causadas pela infecção do SARS-CoV-2, Goiânia tem 164 casos. Destas, 97 são homens e 67 são mulheres. A maior parte das mortes foram de pessoas com mais de 60 anos de vida. Ao todo, foram 122 casos. Em seguida os dados mostram 31 mortes de pessoas com idades entre 40 e 59 anos, outras 10 mortes de pessoas com idades entre 20 e 39 anos e uma morte de criança menor de dez anos

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ANUNCIE AQUI