Geral

Goiás chega a 661 casos de Covid-19, com 27 mortes

Diomício Gomes / O Popular
Transporte de paciente para unidade de atendimento aos casos da Covid-19

Quarenta e cinco novos casos de infecção pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) foram confirmados em Goiás nas últimas 24 horas. De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) na tarde desta terça-feira (28), há 661 casos da doença no Estado. Até segunda-feira (27), eram 616. Mais uma morte também foi registrada, chegando assim a 27 vítimas.

De acordo com o boletim, o 27º óbito registrado no Estado ocorreu em Luziânia, que até esta segunda-feira contava com dois registros, chegando agora a três. Até o momento, os municípios que tiveram mortes pela Covid-19 são Goiânia (12), Luziânia (3), Aparecida de Goiânia (2), Goianésia (2), Goiandira (1), Paraúna (1), Planaltina de Goiás (1), Pires do Rio (1), Professor Jamil (1), Rio Verde (1) e Valparaíso de Goiás (1). Um óbito confirmado ainda é investigado para que a cidade de residência da vítima seja identificada.

Atualmente, há 8.112 casos suspeitos em investigação, com 136 amostras coletadas de pacientes em análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen-GO). Outros 2.381 casos antes considerados suspeitos já foram descartados.

Três mortes suspeitas também são investigadas atualmente. Duas delas ocorreram em Anápolis e uma em Araçu. Outros 34 óbitos já foram descartados, pois não foram causados por infecção pelo novo coronavírus.

Casos confirmados

Dos 661 pacientes diagnosticados com a Covid-19, dois ainda não tiveram o local de residência confirmado pela SES-GO, que segue investigando a informação. Os demais estão distribuídos pelo Estado, sendo Goiânia a cidade com o maior número de casos: há 392 confirmações da doença, o que corresponde a 59,3% do total. 

Os municípios já identificados com casos confirmados são Águas Lindas de Goiás (6), Aloândia (1), Anápolis (40), Anhanguera (1), Aparecida de Goiânia (29), Aragoiânia (2), Avelinópolis (1), Barro Alto (1), Bela Vista de Goiás (3), Bom Jesus de Goiás (2), Caldas Novas (1), Campestre (1),  Campinorte (1), Carmo do Rio Verde (3), Catalão (1), Ceres (4), Cidade Ocidental (6), Faina (1), Formosa (4), Goiandira (2), Goianira (1), Goianésia (28), Goiânia (392), Goiatuba (2), Guapó (1), Inhumas (3), Ipameri (1), Itaguaru (2), Itumbiara (10), Jaraguá (1), Jataí (6), Jesúpolis (1), Luziânia (13), Mineiros (4), Montividiu (1), Morrinhos (1), Nerópolis (3), Niquelândia (1), Nova Glória (1), Nova Veneza (1), Novo Gama (1), Paranaiguara (1), Paraúna (3), Pires do Rio (4), Planaltina (1), Professor Jamil (6), Rialma (6), Rio Verde (15), Santa Helena de Goiás (1), Santo Antônio do Descoberto (4), São Luís de Montes Belos (2), Senador Canedo (8), Silvânia (1), Trindade (11), Valparaíso de Goiás (11) e Vianópolis (1). 

No boletim divulgado nesta terça, a SES-GO retirou um caso que havia sido informado como pertencente a Urutaí. De acordo com a pasta, foi identificado, após apuração, que trata-se de uma pessoa que reside em Minas Gerais. Em uma rede social, a Prefeitura de Urutaí disse que o paciente em questão é de Uberaba (MG) e que houve um erro durante o registro feito pela unidade notificadora. Dessa forma, a cidade segue sem casos confirmados.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ANUNCIE AQUI