Geral

Goiás registrou 52 mortes por Covid-19 de grávidas e puérperas desde o início da pandemia

Reprodução

Desde do início da pandemia até, o último dia 15 de maio, Goiás registrou 52 mortes de grávidas e puérperas (que tiveram filhos em até 45 dias) em decorrência da Covid-19. Os dados, que foram divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) nesta quarta-feira (2), também revelam que, no total, 2.115 mulheres do grupo se infectaram com o coronavírus no mesmo período.

De acordo com autoridades sanitárias, o grupo de grávidas e puérperas é um dos mais suscetíveis a complicações da Covid-19 devido às condições hormonais e fisiológicas da gestação e pós-parto.

Segundo a Coordenadora de Assessoria de Redes de Atenção em Saúde da Superitendência de Atenção Integral à Saúde da SES-GO, Paula dos Santos Pereira, o Estado já registrou cerca de 30 mortes de gestantes jovens em Goiás.

A SES orienta que gestantes e puérperas mantenham o distanciamento social, optem por regime home-office de trabalho, lavagem frequente de mãos, uso de álcool em gel e máscara, realização adequada do pré-natal e restringir contatos com pessoas que tenham sintomas da doença.  

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ANUNCIE AQUI