Geral

Goiás tem mais de 63 mil casos de Covid-19

Freepik
Análise em laboratório

Em Goiás existiam, até esta quarta-feira (29), 63.385 testes positivos do novo coronavírus. O número teve acréscimo de 1.795 casos nas últimas 24 horas. No Estado ainda existem 122.502 pessoas que têm sintomas característicos da doença e estão sendo monitorados. Outros 54.852 já foram descartados depois de exames laboratoriais.

Considerando apenas as mortes, Goiás chegou a 1.534 nesta quarta. Isso reflete em uma taxa de letalidade de 2,42%. A Secretaria Estadual da Saúde de Goiás (SES-GO) informou que ainda existem 66 óbitos suspeitos que estão em investigação para verificar a relação como a Covid-19. A pasta também informou que, até agora, já foram descartadas 803 mortes suspeitas nos municípios goianos.

A SES também informou que os idosos representam a maioria das vítimas da Covid-19 em Goiás. Das 1.534 mortes, 1.126 são de pessoas que já passaram dos 60 anos. Ao todo foram 364 vítimas entre 60 e 69 anos; 372 vítimas entre 70 e 79 anos e 390 vítimas com mais de 80 anos. 

Goiânia registra 16.018 confirmações

Goiânia tinha, nesta quarta-feira (29), 16.018 confirmações do novo coronavírus. O número teve acréscimo de 607 casos nas últimas 24 horas. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ainda informou que o total de mortes chegou a 441, com mais 12 confirmações desde esta terça-feira (28).

A SMS informou que o total de curados chegou a 13.798. Outras 371 pessoas seguem internadas para tratamento e 1.408 estão isoladas e monitoradas por equipes de saúde depois de testarem positivo e apresentarem sintomas leves, sem gravidade.

Considerando apenas as 441 mortes, o boletim mostra que 258 vítimas eram do sexo masculino e 183, do sexo feminino. A maioria das vítimas era idosa. Ao todo, 341 pessoas já tinham passado dos 60 anos. Os sintomas mais comumente  apresentados pelas vítimas foram falta de ar, tosse e febre.

A SMS ainda informou que 14.545 dos infectados não precisaram de internação para se recuperarem. Outras 1.473 foram hospitalizadas, sendo que 667 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Do total de infectados, 14.649 não tinham qualquer relação profissional com a área da saúde.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ANUNCIE AQUI