Geral

Goiás tem o pior dia em número de casos novos e de mortes por coronavírus

Marco Santos
Casos confirmados sobem em todas as regiões do país

Goiás registrou um número recorde de novos casos confirmados de Covid-19 em um intervalo de 24 horas. Foram 419 notificações no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), fazendo com que o Estado chegue oficialmente a 4.293 pessoas que testaram positivo para infecção por novo coronavírus (Sars-CoV-2).

O número de mortes notificadas também é o mais alto em um intervalo de 24 horas: foram 24 confirmações, fazendo com que o registro de óbitos subisse de 127 para 151.

Se para chegar ao milésimo caso confirmado, Goiás demorou 56 dias desde o primeiro registro e demorou mais 14 dias para dobrar este número, desta vez foram apenas 13 dias para uma nova dobra, acrescentando mais de 2 mil casos neste intervalo de tempo ao total.

A Covid-19 chegou oficialmente em Goiás no dia 12 de março, quando saíram os três primeiros testes com resultado positivo para a doença. Depois, no boletim da SES-GO de 7 de maio, o Estado apresentava 1.027 casos. No dia 20 de maio, o relatório apresentava 2.049 confirmações. E no dia 28, 3.097.

O número de mortes chegou perto de dobrar também neste período em que o de casos confirmados saltou de 2.097 para 4.293. Foram 78 óbitos registrados no dia 20 de maio, aumentando 93% até esta terça-feira (2).

Até agora, o dia com mais confirmações em 24 horas havia sido em 29 de maio, com 245 novos casos acrescentados na estatística de Goiás. De acordo com o boletim divulgado na tarde desta terça-feira (2) pela SES, Goiás ainda tem 24.157 casos suspeitos e outros 10.623 descartados. Do total de infectados, 2.217 são mulheres e 2.117 são homens.

Há também 33 óbitos suspeitos que ainda estão em investigação. Até esta terça, o dia com mais óbitos confirmados em 24 horas havia sido em 22 de maio, com 10 mortes acrescentadas ao boletim estadual. 

Apenas 20 cidades goianas seguem sem casos suspeitos do novo coronavírus, que são: Lagoa Santa, Perolândia, Palestina de Goiás, Baliza, Diorama, Sanclerlândia, Heitoraí, Guarinos, Campos Verdes, Nova Roma, Iaciara, Porteirão, Santa Cruz de Goiás, Três Ranchos, Davinópolis, São Luiz do Norte, Mairipotaba, Cromínia, Itapirapuã e Cristianópolis.

Goiânia dobra casos em 15 dias

Goiânia levou 15 dias para dobrar o número de casos confirmados do novo coronavírus. A capital tem, nesta terça-feira (2), 2.175 casos. No dia 18 de maio, havia alcançado a marca de 1.021 pessoas que testaram positivo para Covid-19. Considerando apenas as mortes já houve dobra. No dia da marca de 1 mil casos, eram 30 e nesta terça-feira (2) são 72.

A data em que Goiânia dobra o número de casos coincide com a data em que Goiás também dobrou. Em Goiás foram 13 dias para dobrar as confirmações do novo coronavírus e passar de 2 mil para 4 mil casos. Em 133 dias, o estado passou de 2.049 para 4.293.

O boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) mostra que do total de infectados, 1.177 são mulheres e 998 são homens. Ainda de acordo com a pasta, 1.576 não tem relação profissional com a área da saúde, diferente de outros 533 que prestam algum tipo de serviço, direta ou indiretamente. Outros 66 casos estão em investigação.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ANUNCIE AQUI