Geral

Goiás tem oito mortes por Covid-19 confirmadas nas últimas 24 horas

Freepik
Análise em laboratório

Goiás tem oito confirmações de óbitos nas últimas 24 horas e, com isso, o dado passa de 96 para 104. Dados divulgados na tarde desta terça (26) pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) ainda mostram que os casos de pessoas que testaram positivo para a infecção saltou de 2.512 para 2.691, com 179 novos casos.  

A SES-GO mostrou que os casos suspeitos tiveram aumento de 856 novos registros desde ontem e passou de 17.931 para 18.787. A pasta ainda informa que 7.911 casos já foram descartados até agora porque os pacientes não tiveram diagnóstico positivo. Outras 18 mortes continuam sendo investigadas e outras 212 também já foram descartadas depois de apuração.

Segundo o boletim desta terça, 1.385 mulheres e 1.306 homens testaram positivo para a Covid-19 até agora. Das pessoas que apresentavam algum tipo de comorbidade na confirmação da doença, a cardiopatia aparece na frente, com 324 infectados e portadores de algum problema no coração. Outros 199 pacientes informaram ter diabetes; 119 disseram ter doenças respiratórias e 33 algum tipo de imunossupressão.

Considerando os 246 municípios goianos, a SES-GO ainda mostra que 114 cidades têm casos positivos, 102 seguem apenas com casos suspeitos e outras 30 ainda seguem sem casos.

Goiânia passa de 1,5 mil casos

Goiânia passou da marca de 1,5 mil casos confirmados do novo coronavírus. Com a atualização do boletim da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) nesta terça-feira (26), a cidade apresenta 1.532 confirmações, 97 a mais do que na atualização de segunda-feira (25). O número de mortes pela infecção do Sars-CoV-2 passou de 42 para 47 nas últimas 24 horas.

A secretaria informou que, até agora, 823 mulheres e 709 homens testaram positivo para a infecção. Segundo apuração, a pasta também identificou que 993 não trabalham em segmentos ligados à área da saúde. Diferente de outros 406 pacientes que atuam em serviços essenciais de atendimento de saúde, sendo que técnicos de enfermagem são os mais contaminados, seguidos por médicos e, depois, por enfermeiros.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ANUNCIE AQUI