Geral

Sobe para 61 o número de casos de H3N2 em Goiás

Douglas Schinatto
A evolução de casos no estado será acompanhada pela Rede Sentinela para síndrome gripal

Desde a segunda quinzena do mês de novembro deste ano até a manhã desta quinta-feira (22), a Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO) confirmou 61 casos de Influenza A H3N2 em todo o Estado. A maior concentração de registros ocorre em Rio Verde, com 33 casos de residentes identificados, e em Goiânia, com 18 casos de residentes do município, informou a pasta.

“A circulação do vírus H3N2 em Goiás reforça a necessidade de se manterem os mesmos protocolos de segurança necessários à Covid-19, como uso de máscara, higienização das mãos, se for se reunir dar preferência a locais bem arejados e, sobretudo, a busca da vacina disponível nos postos de saúde nos municípios”, ressaltou a SES-GO.

Dados mais recentes disponíveis mostram que a cobertura vacinal contra a Influenza no Estado está em 73%. Outra orientação importante é para que se busque atenção médica se apresentar sintomas gripais como febre, tosse e coriza.

O vírus H3N2 é um dos subtipos do vírus Influenza A, responsável pela gripe comum. Ela é chamada de variante Darwin do vírus A H3N2. Atualmente, ela já causa surtos epidêmicos em ao menos seis estados brasileiros: São Paulo, Rio, Bahia, Espírito Santo, Amazonas e Rondônia.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ANUNCIE AQUI