Geral

Goiânia interrompe aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19

Diomício Gomes/O Popular

A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) interromperá, a partir desta terça-feira (1º/6), a aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19. De acordo com a SMS, o “atendimento será retomado após o recebimento de nova remessa pelo Ministério da Saúde”.

Até o sábado (29), 396.365 pessoas haviam iniciado o ciclo de imunização e 210.698 já haviam recebido a dose de reforço.

A interrupção já era prevista. A Prefeitura de Goiânia só tinha 1,3 mil unidades destinadas à primeira dose, também chamada de D1. Fabricadas pela Pfizer, elas foram reservadas para profissionais da educação infantil e pessoas com doenças preexistentes.

Até agora, 86.105 pessoas com comorbidades e 11.258 trabalhadores da educação tomaram a primeira dose na capital. Nenhum integrante dos dois grupos cumpriu o prazo para a dose complementar.

Enquanto um novo carregamento não chega, a SMS segue com a aplicação da segunda dose para quem está com atraso das vacinas Coronavac e Astrazeneca. O atendimento será feito das 8 às 17h, sem necessidade de agendamento. 

Confira as unidades de excepcionalidades para a segunda dose com atraso: 
1) Cais Campinas
2) Cais Cândida
3) Cais Bairro Goiá
4) Ciams Urias Magalhães
5) Upa Chácara do Governador
6) Upa Jd América
7) Ciams Novo Horizonte

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ANUNCIE AQUI